some text
some text

 1. Censo da diversidade - pontos de destaque, recomendações e plano de ação (2023-2026)
O Censo teve como intenção: (i) realizar um mapeamento da diversidade da equipe que trabalha na escola, com detalhes a partir dos entrecruzamentos de cor/raça, gênero, função; e (ii) estabelecer compromissos para o enfrentamento do racismo institucional e para construção de uma equidade nas relações étnico-raciais.

A metodologia se baseou em um estudo quantitativo/qualitativo online (via formulário google), de autopreenchimento e mediado em "rodas de diálogo" durante o horário de trabalho, a partir de grupos subdivididos pelas funções. Como ferramentas, utilizamos a desagregação de dados e a transversalidade de gênero e cor/raça. 


2. Política afirmativa - Edital de bolsas

O edital garante a concessão de bolsas de estudos de 100% (cem por cento) na anuidade escolar do Colégio São Domingos para crianças e adolescentes, ingressantes em 2024 em múltiplos segmentos, que sejam negros (pessoas autodeclaradas pretas e pardas) e indígenas. 


3. Fundo para a equidade racial (detalhes para doações, relatórios e projeções)
O Fundo é uma iniciativa do Colégio São Domingos, resultante das ações do seu Comitê de Políticas Antirracistas. É uma ação de caráter político-pedagógico que afirma a corresponsabilidade de famílias voluntárias na garantia de recursos econômicos para a permanência de estudantes negras(os) e indígenas no Colégio. 


4. Procedimentos para o acolhimento em casos de racismo na escola
Este é um material escrito de caráter provisório, que tem o objetivo de criar diretrizes e encaminhamentos caso se identifique situações de racismo no ambiente escolar. Como ponto de partida, apresentamos uma definição de racismo e os procedimentos relacionados ao reconhecimento, reparação e monitoramento. 


5. Curso "Educação e relações étnico-raciais no Brasil: fundamentos e práticas" (parceria entre CSD e PUC-SP)

O curso tem como intenção, entre alguns objetivos, compreender criticamente a formação/invenção do Brasil, em uma investigação dos seus projetos e promessas que passam pelas estratégias de branquitude. Nessa dinâmica, as reflexões sobre a educação são fundamentais: como a educação no Brasil favoreceu e sustentou a desigualdade étnico-racial? Como se deram, ao longo da formação do país, as ações de racismo e antirracismo na educação? É possível praticar uma educação que construa relações étnico-raciais sustentadas na equidade e no deslocamento de poder? Com essas perguntas e com uma aproximação entre diversas(os) pesquisadoras(es) relacionadas(os) à temática, buscamos favorecer um processo continuado de letramento racial na comunidade do Colégio São Domingos. 


6. Governança do Comitê de Políticas Antirracistas
Este documento tem como finalidade apresentar e orientar a composição, os objetivos, os grupos de trabalho, os modos para a realização dos encontros, as responsabilidades das pessoas participantes e o tempo de permanência neste espaço participativo do Colégio. 


7. Política de boa conduta para parceiros e fornecedores
As diretrizes apresentadas buscam pautar o estabelecimento de parcerias entre o CSD e outras empresas, como por exemplo, as compras e a contratação de serviços baseados no fortalecimento de pessoas ou coletivos da periferia, de pessoas com deficiência, mulheres, pessoas negras, indígenas e pessoas LGBTQIAP+.